Santos e Internacional fizeram um primeiro tempo intenso, mas de poucas chances na Vila Belmiro. O melhor lance do Peixe saiu aos dez minutos. Após boa troca de passes pela direita, Rodrygo mandou para área, a bola passou na frente da meta arrancando suspiros do torcedor até Marcelo Lomba e Bruno aparecerem para afastar o perigo. A partir dos 30 minutos o Colorado passou a ter maior controle do jogo e assustou em finalizações de Guerrero, aos 36, e Guilherme Parede, aos 37. A primeira parou em grade defesa de Vanderlei e a segunda tirou tinta da trave.

A correria continuou durante o segundo tempo, assim como o 0 a 0 no placar. Foram poucas as oportunidades de gol. O Colorado chegou com perigo aos nove minutos, com Nonato. Após confusão na área, o meia pegou a sobra e mandou rente à trave adversária. Já o time da casa teve boa oportunidade aos 26. Diego Pituca arriscou o chute e Marcelo Lomba se esticou para salvar o Inter. Nos acréscimos os gaúchos tiveram a última chance da partida em finalização de Pottker, mas a bola insistiu em não entrar: 0 a 0 e fim de jogo.